Cristóvão Colombo chega em Lisboa no dia 4 de Março de 1493 após a viagem nas Bahamas

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Cristóvão Colombo, Cristofor Columb
Fotografia: commons.wikimedia.org

Sobre as descobertas dos navegadores europeus falou-se muito ao longo da história, graças às contribuições que essas descobertas trouxeram aos domínios da geografia e da navegação. Para os europeus, ir à busca de mundos novos, de paraísos e de criaturas fantásticas, que ainda não eram conhecidas, alimentava o espírito da aventura. 

Cristóvão Colombo mesmo tornou-se muito famoso graças ao seu espírito de busca das novidades que contribuiu muito para acrescentar informações àquilo que se sabia sobre outros territórios, nomeadamente, territórios que ultrapassavam os oceanos. O dia 4 de março de 1493 permaneceu na história como o dia em que Cristóvão Colombo chegou em Lisboa, Portugal, depois de ter efetuado uma longa viagem no navio Niña. A expedição teve como resultado a primeira chegada na América, na ilha Guanahani, num arquipélago conhecido hoje como as Bahamas e as Caraíbas

Mais sobre a famosa viagem de Cristóvão Colombo 

Esta expedição é uma das quartas viagens para o Novo Mundo. A expedição começou no dia 3 de Agosto de 1492, tendo como lugar de partida a Espanha, mais especificamente o município Palos de la Frontera. A Niña, o navio que viajou, apenas fazia parte de um grupo de três navios. O navio principal era Santa Maria, também conhecido como Gallega, Pinta e Santa Clara (ou Niña, como a conhecemos nos), duas caravelas pequenas. Uma paragem constituiu as Ilhas Canárias, oportunidade da qual Colombo desfrutou para refazer as suas anotações. 

Apaixonado pela história das guerras? Podes ler aqui mais sobre a Guerra de Independência da Angola

A descoberta da ilha 

A terra era habitada pelos indígenas dos povos taino e aruaques, indígenas muitos agradáveis e comunicadores que cumprimentaram os navegadores com pacifismo. Diz-se que foi o marinheiro Rodrigo de Triana que descobriu o território as duas horas da manhã, no 12 de Outubro de 1492, ao passo que Colombo deu a ilha o nome de San Salvador, mas os nativos indígenas chamaram-na Guanahani. Hoje existem três possibilidades para identificar a ilha descoberta: Samana Cay, Plana Cays, San Salvador.  

A viagem foi documentada e foi mesmo descoberta uma carta escrita por ele onde descrevia o Novo Mundo. Conforme istoe.com.br, a carta pertencia a Biblioteca Riccardiana de Florença e tinha sido comprada por alguém que a doou nos Estados Unidos. A carta era dirigida aos Reis da Espanha e foi depois impressa na Itália, na Roma, em 1493. A recuperação do documento resolveu-se com a implicação dos Carabineiros ao nome do Património Cultural, instituição que tem a ver com o património histórico do país. 

As ligações de Colombo com Portugal 

Sabe-se que, naquela altura, Portugal era muito desenvolvido e oferecia aos navegadores muitas possibilidades para viajar aos territórios desconhecidos. Lisboa já se tinha tornado em porto marítimo e mercantil, assegurando assim uma abertura internacional superior de Portugal em relação aos outros países europeus. Foi em Portugal que Cristóvão Colombo concebeu o seu projeto de atravessar o Atlântico para chegar à Asia. Existem também documentos que mostram a sua presença em Portugal, como as biografias que escreveu seu filho Fernando e o Documento Assereto que indica a sua presença na Madeira. Supõe-se que Cristóvão Colombo morou em Portugal durante 9 anos, de 1476 a 1485. 

Mais sobre a vida do navegador 

Colombo nasceu em Genova entre 22 de Agosto – 31 de Outubro de 1451 e morreu em 20 de Maio 1506, em Valladolid. Realizou a sua expedição sob a soberania dos Reis Católicos da Espanha. 

Sabias que…? 

três países recusaram-se de financiar a expedição de Colombo: Portugal, França e Inglaterra

…a caravela Santa Maria naufragou durante a expedição. 

…depois da morte, o corpo de Colombo foi transportado para a Hispaniola e enterrado numa catedral de Santo Domingo. 

…ele naufragou na Jamaica, sendo abandonado por sua tripulação. Nem os indígenas queriam dar-lhe comida para sobreviver e ele tentou enganá-los. Ele sabia que um eclipse lunar aconteceria em 29 de fevereiro de 1504 e avisou aos indígenas que o seu Deus era muito enfurecido que eles tinham recusado de lhe dar comida e que a lua ia aparecer “inflamada”, o que se passou efetivamente, dado que o eclipse tornou a lua vermelha e a escureceu.

Cristóvão Colombo contribuiu muito à história graças à primeira chegada na AméricaQue achas sobre a sua descoberta? 

Fontes

 998 total views,  1 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *