Engajamento cívico ou como os jovens mudam o mundo em 2021!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Engajamento cívico
Fonte: pixabay.com

Do engajamento cívico começa-se a falar mais e mais. Os jovens que acompanham a situação política do seu país e do mundo, provavelmente devem estar insatisfeitos(as) com o cenário atual. Em muitos lugares, votamos a cada par de anos, mas parece que nada muda através do nosso voto. Nos sentimos impotentes, como se nossas vozes não fossem ouvidas. Chegamos até mesmo a dizer que “odiamos a política” por conta da frustração que temos com ela.

Entretanto, e se eu te disser que existem outras formas de participar na sua localidade como um cidadão ou cidadã mais ativo(a)? Já pensou se você tivesse o poder de provocar mudanças positivas no lugar onde vive? A partir da minha experiência trabalhando desde 2018 em uma ONG brasileira de Educação Política para jovens – A Politiquê? – gostaria de compartilhar um pouco sobre o conceito de engajamento cívico.

Entretanto, se nós nos afastamos da política, esta será comandada apenas por aqueles que se interessam…

O que significa engajamento cívico?

De maneira bastante simples, se engajar civicamente significa provocar mudanças na vida cívica da sua comunidade. Ser um cidadão ativo significa reconhecer que cada pessoa, incluindo você, possui um papel importante na vida pública da cidade – e não por acaso é daqui que vem a palavra cidadania. Para tornar possível esta ideia de transformação na sociedade, é necessário desenvolver alguns conhecimentos, hábitos, motivações e valores que tornam um cidadão engajado.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Politiquê? (@politique.br)

A política está, de certa forma, bastante complicada em todo o lado, longe de atingir o nível ideal que sonhamos. Entretanto, se nós nos afastamos da política, esta será comandada apenas por aqueles que se interessam. Logo, a saída para mudar a política é mais participação na política – e por política, enfatizo que o nosso papel pode ser muito além das eleições. Com estes conceitos em mente, podemos entender melhor algumas formas de engajamento cívico a seguir.

Como uma pessoa pode ser civicamente engajada?

Existem inúmeras formas na qual você pode ter uma participação cidadã bastante significativa. De maneira geral, este processo deveria começar nas escolas, educando as crianças e jovens neste tema. De qualquer forma, vou falar de 5 exemplos de atuação através do engajamento cívico.

1. Participação no governo local – As administrações de cidades e outros níveis de governo costumam promover oportunidades de participação dos cidadãos. A depender da sua localidade, alguns eventos, reuniões e/ou audiências públicas permitem a opinião ou a observação da sociedade. Grupos específicos como conselhos e departamentos do governo local tendem a possuir estes tipos de mecanismos.

2. Monitorar e fiscalizar o poder público – Você sabe o que têm feito os políticos em que você votou na última eleição? É importante acompanhar o desempenho e escolhas dos seus representantes no parlamento ou na câmara legislativa. Além disso, governos precisam ser transparentes e a população deve buscar por informações sobre, por exemplo, como o dinheiro público está sendo gasto, disponíveis em alguma base de dados oficial.

3. Propor mudanças coletivamente – Existem diversas ferramentas em que a sociedade civil organizada pode sugerir transformações na lei ou demonstrar sua opinião: abaixo-assinados, petições públicas, ou até mesmo na elaboração de projetos de lei para serem debatidos no parlamento. Com o avanço das tecnologias digitais, hoje em dia existem até plataformas online que podem reunir pessoas em volta de um interesse público, como a Avaaz e a Change.

Os jovens também são aqueles que vão conviver por mais tempo com as decisões tomadas hoje…

4. Educação política e cívicaBuscar informações e conhecimento acerca destes assuntos também é uma forma de participação cívica! Instruir-se sobre como funciona o sistema político de onde você mora e aprender sobre as leis, direitos e deveres é importante para formar pessoas com consciência cidadã e senso comunitário.

5. Serviço comunitário e ativismo social – É possível que você se identifique com alguma causa social: meio ambiente, feminismo, direitos humanos, educação, etc. Qualquer que seja o seu interesse, você pode se envolver com um projeto que faz um trabalho diário e real para melhorar a sociedade! Através do serviço voluntário, seu talento é dedicado a servir outras pessoas enquanto você adquire experiência e transforma positivamente o lugar onde vive.

E qual o papel do jovem neste processo?

É preciso enfatizar o papel essencial que os jovens possuem dentro da cidadania. Um indivíduo no início da juventude, entre os 14 e 18 anos, ainda está construindo a sua identidade social e se reconhecendo como um ator relevante na sociedade. Por isso, os primeiros passos de engajamento cívico precisam ser dados ainda no período escolar, tanto por meio da educação formal no assunto, quanto pela prática através das diversas formas de participação social.

Segundo estudos de especialistas da área, um adulto que não tem participação ativa na cidadania hoje provavelmente não foi um jovem participativo no passado. Em outras palavras, é preciso incentivar o hábito do engajamento cívico nos jovens para que, no futuro, sejam adultos comprometidos com boas mudanças para as suas comunidades!

Os jovens também são aqueles que vão conviver por mais tempo com as decisões tomadas hoje. Se apenas os mais velhos decidirem sobre os rumos de seu país, a juventude não terá trazido a sua perspectiva para quando este futuro acontecer. Dá o teu primeiro passo ainda hoje! Segue algumas daquelas formas de engajamento cívico, conversa com outras pessoas interessadas, e comece a provocar as mudanças que você quer na sua comunidade, indo além do simples voto nas eleições.

Fontes:

 410 total views,  1 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *