14 de maio no Brasil: casamento entre pessoas do mesmo sexo está legalizado

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
casamento entre pessoas do mesmo sexo
pixabay.com

Antes de torcerem o nariz para a minha opinião, primeiro vamos ver uma pequena introdução do assunto que vamos a tratar. Hoje, 14 de Maio, marca o dia da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Brasil.

 

O Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu em 2011 a união estável entre as pessoas do mesmo sexo como entidade familiar. O STF define o casamento como uma união entre um homem e uma mulher.  Naquela época, o STF junto com a Constituição não proibiram a união entre os casais de mesmo sexo, nem a reconheceram oficialmente.

Apenas em 14 de maio de 2013, Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo o Brasil.

A igreja católica também declarou-se a favor deste tipo de casamento, embora a início fosse contra e proibiu aos clérigos que o recusassem. E como facto curioso, sabiam que o Brasil é o país com o maior número de católicos no mundo? Na realidade, há mais católicos no Brasil do que na Espanha, Itália e França juntas. Este assunto sempre trouxe discussões de todos tipos.

O que é que acham sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo? Para algumas pessoas isto é um assunto vergonhoso que ultrapassa qualquer limite, porque para eles não é algo normal…

Uma coisa normal? Porém, o que é normal hoje em dia?

A normalidade é subjetiva. O que para mim parece normal, para outros pode ser anormal. Algumas pessoas não aceitam a ideia de que duas pessoas do mesmo sexo devem formar um casal, casar-se, mesmo terem filhos ou adotar crianças. Estes são os tradicionalistas e para eles a noção de normal no que diz respeito a esta questão é representada pela união entre uma mulher e um homem exatamente como Deus deixou.

Porém, têm certeza de que Deus não deixou os outros também?

Porque é que os tradicionalistas são contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo? Pois, um casamento vem com alguns direitos como a adoção, ao seguro de saúde, a herança, pensão e outros mais.  Dado que agora a tecnologia avançou, é possível que duas pessoas do mesmo sexo possam ter os seus próprios filhos. Já ouviram falar de fertilização in vitro (FIV)? Acho que sim.

É isso o problema deles, senhoras e senhores. Sim! Embora o problema deles deva ser aquilo que acontece em sua família.

E porquê são eles tão preocupados com as crianças das outras pessoas? Vamos ver:

O que é que a criança vai pensar ao ver os seus pais comportarem-se assim como um casal? Parecerá normal para a criança, mas isso não é normal, não  – diria uma pessoa com crenças tradicionalistas. Ou diria que uma criança vai copiar o comportamento que vê na família e vai fazer a mesma coisa quando crescer. Mas eu acredito que não. Não vai copiar nada, porque na minha opinião a atração por uma pessoa do mesmo sexo não é aprendida, mas nasces com ela.

Nem acredito que as crianças que têm uma mãe e um pai vão ser afetados ou influenciados de alguma forma ao ver outras crianças ao lado de duas mães ou de dois pais. Se têm pais com uma mente aberta para explicarem lhes que simplesmente há crianças que têm duas mães e dois pais.

Embora as crianças estejam curiosas e perguntem porquê existe uma situação diferente na família das outras crianças, uma resposta como: Deus deixou na terra todo tipo de família. Isso seria suficiente. A verdade é que as crianças não julgam se os pais não vão julgar por sua vez e será fácil para elas aceitarem tais situações.

Mas o que é que a criança dirá quando vir as outras crianças que têm mãe e pai e ela tem dois pais ou duas mães?

A quem a criança deve chamar de mãe e a quem deve chamar de pai? Essas, queridos leitores, são perguntas inúteis. O que realmente importa aqui é que uma criança receba amor, educação e uma família.

Vocês acham que para as crianças em orfanatos importa se elas têm duas mães ou dois pais? Elas só querem ser amadas, querem ter uma família e um lugar para viver em harmonia. Há espaço suficiente neste mundo para todos nós e todos devemos viver em paz sem julgar-nos uns aos outros.

 

 

E vocês, queridos leitores, estão a concordar ou discordar dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo? Espero as vossas opiniões nos comentários.

 

Fontes:

O que significa engajamento cívico? Aqui podes ler mais.

 306 total views,  1 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *