8 canções portuguesas para ilustrar a passagem de apaixonados a deconhecidos

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
canções portuguesas
Foto: Captura do ecrã do vídeo "Melodia Da Saudade" por Fernando Daniel no YouTube

Recentemente, descobri muitos playlists no YouTube, onde a ordem das canções é de tal maneira, que o ouvinte se sente como numa transição de uma relação para outra. Desde então, fiquei muito interessada nesse tipo de listas e pareceu-me muito impressionante como podemos atribuir certas canções a certas fases de uma relação. 

Alguns dias atrás, enquanto escutava várias canções portuguesas, achei que algumas dessas poderiam ser organizadas para apresentar como passamos de apaixonados a desconhecidos, mas não encontrei nenhuma lista de reprodução com as canções organizadas assim.

Portanto, pensei em criar uma lista com 8 canções portuguesas que me levaram desde o início de uma relação, para o seu fim, mas também pelas etapas que seguem sempre após o rompimento.

A decisão de começar uma relação com alguém é um passo muito importante e, portanto, devemos estar muito cautelosos e atentos quando escolhemos o nosso parceiro. Geralmente, o início é a parte mágica de qualquer relação porque não estamos acostumados completamente ao namorado e ainda há aquelas borboletas no estômago que aparecem cada vez que os vemos. Depois, com o passar do tempo, começamos a gostar mais e mais do nosso parceiro até ao dia em que nos damos conta de que o amamos. Para esse período de tempo, que é o mais mágico da toda a relação, as canções portuguesas que eu achei correspondentes são:

1. Fernando DanielTal como sou

Essa canção mostra como deve ser o amor! Diz que, embora não sejamos perfeitos, temos que nos aceitarmos exatamente como somos porque o amor nunca pode ser perfeito, mas, aquilo que importa é que seja real.

2. Fernando DanielCair

A ideia principal que se encontra aqui é que, apesar de existirem dificuldades na relação, o mais importante é lutar para um futuro comum em vez de desistir. Acho que isso é a mentalidade perfeita com a qual uma relação deveria começar para que resista. Infelizmente, não podemos sempre continuar com essa mentalidade.

3. Agir ft. Diogo PiçarraAté ao fim

Após qualquer início de uma relação, chega um momento, quando as pessoas se apercebem de que se amam. Ocorrem promessas tal como “vou ficar ao teu lado para sempre” e “o tempo nunca nos vai afastar“. Essa canção fala exatamente sobre os namorados que prometem envelhecer um ao lado do outro. Eles fazem isso, embora possam escolher qualquer outra pessoa. 

Ainda assim, algumas vezes as coisas não passam como queremos e, pouco a pouco, vemos que as pessoas em que pensávamos que fossem as nossas almas gêmeas não se tornaram a ser isso. Tentamos lutar por algum tempo, mas isso é tudo o que podemos fazer: lutar um pouco mais tempo porque ainda não estamos preparados para desistir. 

Finalmente, chega o momento em que as promessas são quebradas, o momento em que devemos desistir, não porque não nos importemos mais um com o outro, mas só porque sabemos que, na realidade, não somos feitos um para o outro. Três canções portuguesas que me deram essa sensação são:

4. Sara CarreiraSentimento

Na minha opinião, esta canção descreve perfeitamente o começo do fim. “Sentimento” mostra-nos que, às vezes, o amor não basta e que, por muito que tentemos a consertar a relação, simplesmente não vai dar certo. Acho que é valente desistir e será a melhor escolha quando não nos identificamos mais com a relação. É sempre melhor sermos honestos, embora isso seja doloroso, do que continuar uma relação sobre a qual sabemos bem que não tem nenhum futuro.

5. Sara Carreira ft. Nuno RibeiroPara não chorar

“Para não chorar” mostra as dificuldades com as quais devemos lidar depois de uma separação. É muito difícil lidarmos com todas as memórias que temos após o fim da relação, sobretudo quando as pessoas ao nosso redor lembram-nos constantemente disso. Às vezes, tudo aquilo que queremos é que nos esqueçamos de tudo o que se passou e essa canção demonstra esta ideia.

6. Fernando DanielNada a perder

Esta canção é para quando chegamos a saber que acabar a relação é a melhor opção porque já estamos demasiado cansados com todo o sofrimento. Chega o momento em que já não podemos continuar mais e não queremos remendar as coisas porque sabemos que a melhor decisão é despedirmo-nos. Chega o momento em que assumimos a decisão porque sabemos que desistir é menos doloroso do que continuar juntos e prolongar o sofrimento.

No fim, o último passo que fazemos é seguir em frente após a relação. Aprendemos estar gratos pelo tempo que tivemos com aquela pessoa e para a lição que aprendemos. Sigamos em frente!

Pouco a pouco, não dói mais e, antes que saibamos, já não pensamos mais no nosso ex-namorados e nas lembranças que tivemos com esses. Finalmente, compreendemos que a relação não ia ter nenhum futuro e que, se tivêssemos a oportunidade de voltar em tempo para mudar o curso as coisas, não o íamos fazer porque já tínhamos tentado várias vezes e nada mudou. Isto é o momento em que estamos contentes com a decisão cem por cento. As canções portuguesas que me transmitem essa ideia são:

7. Fernando DanielVoltas

A ideia principal aqui é que chega um momento no qual já não nos importamos mais com qual dos dois foi quem fez mais erros. Sabemos que, se aquela pessoa regressar nas nossas vidas, não a vamos receber mais. “Olhas pra mim, já não sou teu / Esse teu mundo já não é o meu” marca que os caminhos já se tinham separado e que é o tempo que cada um siga o seu próprio caminho. Agora existe só uma história, mas isso é tudo o que a relação significa neste momento. Nada mais.

8. Fernando DanielNada mais

A canção apresenta o momento quando já estamos contentes com a vida de solteiros e não precisamos mais de regressar à relação anterior. Aceitar que tudo é só história é um passo muito importante que nos ajuda seguir em frente.  A frase “Já não te quero, e juro / Que é tarde demais p’ra mudar” descreve perfeitamente o processo normal que está a vir – seguir em frente com as nossas vidas.

Essas foram as oito canções portuguesas que escolhi para exprimir as fases de uma relação, do início ao fim. Espero que essas canções consolem qualquer pessoa que esteja a passar por qualquer uma das fases mencionadas acima.

Lembra-te que, independentemente daquilo estejas a sentir, após a chuva vem o sol. É só ter paciência!

Para entenderes melhor o sentido daquelas canções portuguesas e para veres se já encontraste o amor da tua vida, lê este artigo sobre todas as relações que vais ter na tua vida.

 350 total views,  1 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *