Hygge: A felicidade está nas coisas simples – 10 dicas inspiradoras para ser feliz

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
hygge
Commons.wikimedia.org

Traduzido por: Mihaela Nicolae

O que é hygge? E o que é que tem a ver com a felicidade? A resposta à segunda pergunta seria: muito. Mas, a definição é um pouco mais complexa. Hygge é um conceito dinamarquês que poderia ser traduzido como a busca da felicidade quotidiana. E muito mais do que isso.

Hygge tem mais a ver com o ambiente, com as próprias experiências e não se concentra necessariamente em coisas materiais. Significa estar com as pessoas que amamos, ter a sensação de estar em segurança. É uma atividade íntima, por vezes relacionada com conforto e companhia de alguém. É o fato de poder entreter uma conversa interminável sobre os grandes ou pequenos problemas da vida, ou simplesmente sentir-se bem um com o outro, saboreando uma chávena de chá.

Hygge é um estilo de vida

… específico dinamarquês. A Dinamarca tem sido frequentemente nomeada o país mais feliz do mundo. Foram muitos os fatores que contribuíram para isso: generosidade, liberdade, PIB, boa governação e elevada esperança de vida. Mas, um fator que se destaca completamente são as relações inter-humanas significativas e positivas.

Embora também possas gozar o hygge sozinho, na maioria das vezes o hygge passa junto com pequenos grupos de amigos ou familiares. Isto implica um elevado nível de conforto, relaxamento e igualdade – uma característica com raízes profundas na cultura dinamarquesa. Ninguém é o centro das atenções e não domina a conversa durante longos períodos de tempo. A igualdade é um elemento muito importante, porque é mais hyggeligt (adjetivo) ajudar um ao outro na preparação da refeição do que deixar o anfitrião sozinho na cozinha.

Passar tempo com os outros cria um ambiente caloroso, relaxante, amigável, realista e acolhedor. Isto é muito parecido com um abraço agradável, mas sem contato físico.

Outro elemento hyggeligt da vida dinamarquesa é a comida. São loucos por doces! Desde ursos gomosos, chocolates e flødeboller, a bolos, pão de gengibre e outros produtos de pastelaria. Além disso, também adoram bebidas quentes. Pode ser chá, chocolate quente ou vinho quente, mas a bebida quente preferida dos dinamarqueses é o café. Não esperavas isso, pois não?

Viva a vida hoje como se não houvesse café amanhã.

As coisas mais belas da vida são grátis

 A simplicidade e a modéstia são elementos centrais para hygge. Além disso, são consideradas virtudes quando se trata de desenho interior e cultura. Hygge significa também apreciar as coisas simples da vida e podem ser obtidas com um orçamento restrito. Claro que, se não tiveres o que comer, o dinheiro é indispensável, mas se não lutares contra a pobreza e não viveres de hoje para amanhã, 100 euros a mais por mês não é muito quando se trata de felicidade.

Isto encaixa muito bem com o conceito de hygge. Não podes comprar o ambiente adequado ou a sensação de proximidade. Não podes desfrutar de hygge se estiveres com pressa ou stressado, e a arte da intimidade não pode ser comprada com nada além de tempo, interesse e devoção, todas investidas nas pessoas que te rodeiam.

Atividades hygge com pouco dinheiro:

  • jogar jogos da sociedade com amigos ou família;
  • instalar uma mini-biblioteca na escadaria para poder intercambiar livros com os vizinhos;
  • ver filmes ao ar livre, geralmente em parques, com um grupo restrito de amigos;
  • deslizar de trenó;
  • festa na despensa: cada pessoa traz ingredientes para preparar algo para guardar na despensa (compota, molho de tomate caseiro, canja de galinha, limoncello e outras);
  • ver séries de televisão semanais juntamente com um amigo; 
  • festa de permuta: convidar amigos para trocar coisas que já não usas, mas que podem ser úteis a outras pessoas;
  • fazer uma fogueira e sentar-se com os amigos à volta da fogueira para conversar ou apenas ouvir o crepitar da madeira.

Porque adoptar a arte dinamarquesa definida por hygge?

  1. Podes gozar de hygge sozinho, se fores um introvertido. Aninhar debaixo dum cobertor e ver a tua série favorita ou ler um livro num dia chuvoso. Mas parece que os momentos mais hyggeligt envolvem a companhia de outras pessoas. As relações inter-humanas são benéficas para a saúde emocional.
  2. O relaxamento é essencial. Renúncia às formalidades. Sê natural!
  3. Sabemos que a natureza é uma fonte de bem-estar. Quando estás rodeado pela natureza, baixas a tua guarda e tudo se torna simples. Já não estamos sobrecarregados com eletrodomésticos, nem temos de fazer malabarismos com uma multiplicidade de opções. Não há luxo ou extravagância, apenas companhia e conversa de qualidade. Os elementos simples, suaves e rústicos transpõem-nos rapidamente para um estado de hygge.
  4. Vive no presente. Hygge está carregado de um forte compromisso de viver e desfrutar do momento presente. 

No fundo é simples ser feliz. Difícil é ser tão simples.

Como reconhecer o hygge?

Embora possa ser um conceito abstrato e intangível, acredito firmemente que podemos usar todos os nossos sentidos para o detectar. Hygge tem um sabor, um som, um cheiro e uma textura.

  • O sabor hygge é quase sempre familiar, doce e reconfortante. Se quiseres uma chávena de chá mais hyggeligt, acrescentas mel. Se quiseres fazer um bolo mais hyggeligt, acrescentas calda. E se quiseres um cozido mais hyggeligt, acrescentas vinho.
  • As pequenas faíscas crepitantes e o crepitar da madeira queimada são provavelmente os sons mais hyggeligt que existem. Hygge significa também o som de gotas de chuva no telhado, o som do vento ou o som dum chão de madeira a ser pisado.
  • Já alguma vez sentiste o cheiro de algo que te transportou para uma altura e um lugar onde te sentiste seguro? Um cheiro pode induzir fortes sentimentos de segurança e conforto, como o aroma duma padaria ou o perfume das flores a brotar no  jardim da tua infância. O que torna um cheiro mais hyggeligt pode diferir de pessoa para pessoa, porque os cheiros estão associados a uma situação do passado com o mesmo cheiro.
  • Se deixares os teus dedos deslizarem sobre uma superfície de madeira ou uma caneca quente de cerâmica, ativa-se o estado de hygge.
  • Olhar em estilo hygge: a queda suave dos flocos de neve, a cintilação preguiçosa do fogo na lareira.
  • O sexto sentido é sentir-te seguro, confiar nas pessoas que te rodeiam e no lugar em que te encontras. A sensação de que podes ser teu próprio ao pé de outras pessoas. 

A receita dinamarquesa para a felicidade

  1. Acende algumas velas ou uma lareira!
  2. Está presente! Deixa o telemóvel!
  3. Deleita-te com um café, um chocolate, bombons ou outros doces!
  4.  “Nós” em vez de “eu”. Dividir tarefas.
  5. Está grato por tudo o que tens!
  6.  Igualdade. Não é necessário competir. Nós já gostamos de ti.
  7. Descansa! Faz uma pausa! O relaxamento é importante.
  8. Sem drama. Discutimos a política noutra ocasião.
  9. Constrói relações inter-humanas, amizades que duram uma vida inteira.
  10.  O teu lar. Este é o teu próprio lugar de paz e segurança. 

Pelo contrário, a felicidade humana nasce dos pequenos benefícios que temos todos os dias, e não dos grandes acontecimentos do destino, que raramente acontecem.

Estas informações e muitos mais podes encontrar no livro “O Livro do Hygge: O Segredo Dinamarquês para Ser Feliz”, do autor Meik Wiking, sobre o qual te convido a ler mais aqui.

Espero ter conseguido fazer-te ver as coisas de uma forma mais positiva e, se te apetecer ler mais sobre o mesmo tópico, pode clicar aqui.

Deixo-vos também o seguinte vídeo com mais dicas inspiradoras para serem felizes, dicas que se centram no fenómeno de hygge.

 

Pode ler o artigo no espanhol, aqui.

Pode ler o artigo no francês, aqui.

 484 total views,  1 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *